Mestre Vitalino: figura legendária do artesanato brasileiro



Mestre Vitalino.

Mestre Vitalino. Foto: Pierre Verger.

Hoje começa uma nova série no blog da HAK que falará sobre o artesanato no Brasil e outros países do mundo. Nessa série o leitor terá um panorama geral das figuras mais proeminentes, dos estilos e produção do artesanato nacional e internacional. A publicação será feita sempre na última sexta-feira de cada mês e convidamos você a nos acompanhar nessa aventura estimulante ao mundo cheio de encantamento e beleza dessa forma de expressão artística popular: o artesanato.

Mestre Vitalino, o maior expoente do artesanato nacional

Poucos anos depois da virada do século XX, filho de pessoas do interior nordestino (o pai lavrador e a mãe louceira), nascia em Ribeira dos Campos, Caruaru, estado de Pernambuco, Vitalino Pereira dos Santos (1909-1963), que seria conhecido mundialmente pelo carinhoso nome de “Mestre Vitalino”.

Além de ser artesão com estilo muito pessoal e marcante, Vitalino foi músico, sendo o tocador de pífano principal da banda Zabumba Vitalino, criada por ele na década de 20, época de sua mudança para o povoado de Alto do Moura, próximo ao centro de Caruaru.

Banda de músicos. Obra de Mestre Vitalino.

Os dons artísticos de Vitalino se manifestaram ainda na infância, período em que modelava em barro as figuras de pequenos animais, que eram comercializadas na feira de Caruaru.

O reconhecimento no Brasil e exterior

Mestre Vitalino permaneceu desconhecido do grande público até fins da década de 40, quando em 1947 o educador e artista plástico, seu amigo,  Augusto Rodrigues lhe convidou para a Exposição de Cerâmica Popular Pernambucana, realizada na Cidade do Rio de Janeiro. A partir de então o artesão tornou-se conhecido nacionalmente, tendo sua fama crescido ainda mais com uma exposição de suas obras no MASP (Museu de Arte de São Paulo), em janeiro de 1949.

Sertanejo. Obra de Mestre Vitalino

A partir daí as obras de Mestre Vitalino passaram a ter grande reconhecimento e em 1955 atravessaram o Atlântico, participando da exposição Arte Primitiva e Moderna Brasileiras, em Neuchatel, Suíça.

Após a sua morte, em janeiro de 1963, teve ainda mais reconhecido o seu talento, tendo mesmo sido tema de inspiração para os sambas-enredo da escola de samba carioca Império da Tijuca nos carnavais de 1977 e 2009. Também em 2009, a Festa de São João de Caruaru adotou Vitalino como personalidade homenageada.

Hoje as obras de Mestre Vitalino podem ser encontradas em diversos museus no Brasil e no mundo, destacando-se o Museu do Louvre, em Paris, França, na Casa do Pontal e Museu da Chácara do Céu, no Rio de Janeiro e como parte do Acervo Museológico da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em Recife, além de outros lugares e entre colecionadores.

A obra de Mestre Vitalino

A obra de Vitalino se compõe de figuras de animais e regionais nordestinas, onde se destacam bois e jegues, além de personagens típicos da sua cultura, como cangaceiros, retirantes, padres, vaquejadas, Lampião e Maria Bonita, casórios, e outras representativas do povo e folclore nordestinos e da vida rural da região.

O boi era uma das figuras que Mestre Vitalino melhor representava.

Por ser analfabeto, Mestre Vitalino marcava suas peças, assinando-as com carimbo e só passou a identificá-las de próprio punho a partir de 1950.

Dentre suas obras destacam-se Violeiro, Família Lavrando a terra, Caçador de Onça, Casal no Boi, Enterro na Rede, Cavalo-Marinho e Noivos a Cavalo.

Lampiao. Museu de Historia e Artes do Estado do RJ.

A morte do grande artesão brasileiro

Em 1963, no dia 20 de janeiro desse ano, morreu em Caruaru, Pernambuco, Mestre Vitalino, que deixou um enorme legado artístico e uma infinidade de seguidores, cujos principais foram seus filhos Severino e Amaro.

Severino, filho de Mestre Vitalino, trabalhando. Foto: Laura Moureira

Severino, filho de Mestre Vitalino, trabalhando. Foto: Laura Moureira

No início da década de 70, foi inaugurada em Alto do Moura, na casa em que residiu o artesão, a Casa Museu Mestre Vitalino, onde estão expostas suas principais obras e outros objetos de uso do Mestre, além de ferramentas de trabalho e outros artefatos.

Casa Museu Mestre Vitalino.

Casa Museu Mestre Vitalino.

Mestre Vitalino marcou de forma indelével a cultura brasileira e será sempre lembrado como um dos maiores expoentes do artesanato nacional e do mundo.

Assista ao documentário Mestre Vitalino produzido pelo Governo de Pernambuco.

hak.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

laurentino disse:

parabens pela reportagem, moro em caruaru , terra do mestre vitalino ,tenho muito orgulho do nosso mestre , visite a nossa feira de artesanato é belissima
obrigado.

[Responder]

Tom disse:

Glad I’ve finally found soemthing I agree with!

[Responder]

escorl girl paris disse:

Keep posting stuff like this i really like it! Good job friend!

[Responder]

Hak Aviamentos respondeu:

Thank you for your coment!
Come back and find out our news.

Good Morning.

[Responder]








insira os caracteres da imagem